Conversas com História e histórias | sessões de outubro

Anúncios
Imagem | Publicado em por | Publicar um comentário

Dia Mundial da Música | 30 de setembro | 16h00

A Biblioteca Municipal de Ponte de Sor associa-se à comemoração do Dia Mundial da Música que, no dia 30 de setembro, a partir das 16h00, irá decorrer no Centro de Artes e Cultura de Ponte de Sor, de acordo com o seguinte programa:

16h00 – Comunicação intitulada “Sor Ritmo: uma breve história da atividade musical em Ponte de Sor”, por Ana Isabel Silva e Carlos Manuel Faísca (Sala de Leitura da BMPS)

16h30 – Momento musical com a Orquestra Ligeira da Câmara Municipal de Ponte de Sor (Sala de Leitura da BMPS)

16h40 – Inauguração da exposição “No compasso da história da Música em Ponte de Sor” (Sala de Leitura da BMPS)

17h00 – Inauguração da exposição de escultura “Pedras d’Alma”, de Cristina Maria

 

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

O avô e os netos falam de geologia | 23 setembro | 16h00

No sábado, dia 23 de setembro, a Biblioteca Municipal recebe o Prof. Doutor Galopim de Carvalho, prestando homenagem a esta personalidade proeminente no panorama científico nacional e internacional.

Alentejano, nascido em Évora em 1931, Galopim de Carvalho é Professor Jubilado da Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa, embora tenha lecionado e orientado mestrados e doutoramentos, em diversas disciplinas e instituições de ensino universitário. Grande defensor do património cultural e científico, distinguiu-se como investigador, diretor de museus, autor de dezenas de livros e de centenas de artigos científicos; foi responsável por várias exposições e consultor científico da RTP para as séries televisivas de divulgação científica na área das Ciências da Terra; foi membro da Comissão Nacional da UNESCO.

Ao longo de décadas de uma vida muito ativa, tornou-se um símbolo para as novas gerações de uma militância generosa na defesa e valorização de Geologia, incluindo a Paleontologia, do património geológico e da profissão de geólogo; criou o Museu do Quartzo e continua um trabalho incansável de divulgação científica, em encontros e debates, nas escolas, nas bibliotecas e nos meios de comunicação.

Toda esta atividade granjeou-lhe a fama de que hoje goza, sendo uma das mais conhecidas figuras nacionais do mundo da Ciência.  É, por isso, patrono de várias escolas, membro de distintas organizações e foi já distinguido com diversos títulos de mérito.

Apesar da sua idade (86 anos), o Prof. Galopim de Carvalho acabou de lançar mais um livro de divulgação científica, que servirá de mote à conversa, orientada pela Dr.ª Cláudia Gonçalves.

Publicado em Uncategorized | Publicar um comentário

Clube de Leitura | setembro 2017

Em setembro, o Clube de Leitura da Biblioteca Municipal inicia o ciclo “SOL NASCENTE”. No decurso das próximas edições (2017/2018), vamos viajar pela literatura do Extremo Oriente com autores da China, da Coreia do Norte, da Coreia do Sul, do Japão e da Mongólia, entre outros.

Na próxima edição vamos seguir Mo Yan, Prémio Nobel da Literatura em 2012. Editado na china em 1995, o livro provocou na altura uma grande controvérsia. Num país onde os homens dominam, este é um romance épico sobres as mulheres. O corpo feminino serve, conforme o título sugere, como imagem e metáfora ao livro. A mãe, figura central nasce em 1900 e casa-se com 17 anos.  Com 9 filhos, apenas o mais novo é rapaz. Jintong é inseguro e fraco, contrastando com as 8 irmãs, muito determinadas. Ao longo de 7 capítulos e 600 páginas, o romance percorre e retrata a China do último século através de uma família em que os seres verdadeiramente fortes e corajosos são as mulheres, que sobrevivem numa sociedade altamente castradora. 

Publicado em Clube de Leitura | Etiquetas | Publicar um comentário

Tesouro da Biblioteca | setembro 2017

O tesouro deste mês é um catálogo editado aquando da inauguração da exposição dos Papagaios, em Lisboa, no Centro de Arte Moderna da Fundação Calouste Gulbenkian, em 1981.

Nesta exposição participaram cem artistas oriundos de vinte países que “pintaram para o céu”; os construtores de papagaios japoneses deram asas a todos estes trabalhos; os poetas dedicaram-lhes poemas, os compositores do Ocidente e do Oriente acharam aí temas para as suas músicas; os fotógrafos fixaram em imagens todo este acontecimento invulgar.

José de Guimarães foi o artista escolhido para representar Portugal. Em 1989 foi para o Japão onde foi materializado o seu papagaio com a figura de D. Sebastião, que foi lançado no céu de Himeji, cinco séculos depois da chegada dos portugueses a este país. Esta grandiosa publicação, esgotada há muito, está editada em português e em japonês.

Ao logo de centenas de páginas aparecem diversos textos sobre os papagaios de papel, a sua origem e as suas formas, assim como a lista dos cem artistas participantes e as respetivas pinturas acompanhadas por biografia e um comentário à obra apresentada. As
fotografias de grande formato e bastantes coloridas registam a beleza dos papagaios de papel que depois de fazerem a sua prova de voo no Japão foram transformados
em peças de exposição que, ao longo de quatro anos viajou por todo o mundo.

Consulte aqui o Tesouro da Biblioteca

Publicado em Tesouro Biblioteca | Etiquetas | Publicar um comentário