NOSSA SENHORA DE PARIS – Victor Hugo – o bibliótafo 4

 

Para contrariar as tendências bibliotáficas dos antigos bibliotecários, a BMPS mostra e divulga o seu acervo.

4.

Tit.: Nossa Senhora de Paris

Tít. orig.: Notre dame de Paris

Ilust.: Édouard Riou, 1833-1900

Aut.: Victor Hugo, 1802-1885

Trad.: [Gaspar, José da Natividade, 1904-?]?

Edit.: Livraria Bertand, 1980

Catálogo: BIBLIOTECA MUNICIPAL DE PONTE DE SOR (bm7227/821.134.1-31 HUG)

Ver no catálogo da BMPS >>>

20190416132436_00001

Hoje, dia em que fazemos o rescaldo da “Notre Dame” e em que as vendas do livro Nossa Senhora de Paris subiram em flecha, lembramos este grande livro de um notável vulto da cultura francesa, Victor Hugo (1802-1885).

desenho notre dame

 

Diz-se que foi esta obra que salvou da demolição a Catedral de Notre Dame, no início do século XIX. Diz-se que foi essa a principal intenção de Victor Hugo, ao escrever este livro centrado neste maravilhoso monumento, cujas características góticas tanto apaixonava os românticos desse século.

prefacio

Assim escreve Victor Hugo, no Livro Terceiro, cap. I, Notre Dame de Paris, em 1831: «A Igreja de Notre-Dame de Paris é ainda hoje, com certeza, um edifício majestoso e sublime. Mas, não obstante ter-se conservado bela na velhice, é difícil não suspirarmos, não nos indignarmos diante das degradações e mutilações sem número pelas quais o tempo e os homens, simultaneamente, têm feito passar o vulnerável monumento, sem respeito por Carlos Magno, que lhe pôs a primeira pedra, nem por Filipe Augusto, que lhe pôs a última.» p. 125 da presente edição.

E continua…

«Mas quem derrubou as duas fileiras de estátuas? Quem deixou os nichos vazios? Quem talhou, mesmo no centro do pórtico central, essa ogiva nova e bastarda? Quem ousou colocar a insípida e pesada porta e madeira, esculpida à Luís XV? Os homens, os arquitectos, os artistas dos nossos dias

p. 133 «Acabámos de procurar reconstruir para o leitor , a admirável igreja (…) Indicámos sumariamente os tesouros que continha no século XV e que lhe faltam hoje …»

notre textoO enredo, as personagens, o retrato da sociedade parisiense, as tendências políticas que tanto enriquecem a obra, foram colocadas ao serviço deste objetivo maior que era  Salvar a Notre Dame de Paris. Com estaria hoje triste Victor Hugo, ao ver destruídas as entranhas desta “Senhora” que tanto admirava?

logo simples

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.