14.º Concurso de Textos de Amor Manuel A. Pina

ConcursoDeTextosDeAmor_MAPina_MNI2014_CartazA4_F
‘Textos  de Amor M.A.Pina’ oferece viagem à Madeira 

O  Museu Nacional da Imprensa promove, a partir do dia 14 de Fevereiro, o  Concurso de Textos de Amor Manuel A. Pina, em homenagem ao jornalista e  escritor falecido em 2012.

A  iniciativa, especial para o Dia dos Namorados, prolonga-se até 20 de Fevereiro,  em busca de textos de amor originais. O melhor será premiado com uma viagem à  Madeira para duas pessoas.

Durante  a “semana dos namorados”, o museu está aberto à receção de textos originais  alusivos ao amor e os visitantes poderão imprimir poemas de diversos autores  (Camões, Florbela Espanca, Bocage, Pessoa, Eugénio de Andrade e Manuel António  Pina), nos prelos-relíquia do Museu.

Dirigido  aos cidadãos portugueses de qualquer idade, o concurso, já na 14ª edição, vai  premiar os melhores textos concorrentes, em poesia ou prosa.

Os  prémios são viagens (à Madeira e cruzeiro no Douro) e livros.

O  Museu Nacional da Imprensa pretende, com esta iniciativa, estimular a revelação  de novos autores, apelando à escrita de textos de carácter amoroso.

Os  textos concorrentes devem ser registados num impresso próprio, disponível nas  instalações daquele Museu e no seu sítio oficial (www.museudaimprensa.pt)  onde está patente o regulamento.

As  edições anteriores têm sido progressivamente mais participadas e em 2013 foi  atingido um número recorde de 900 textos. Em 2011 foi editado um livro com os 75  textos premiados durante a primeira década do concurso.

A  edição de 2014 é apoiada por várias entidades, designadamente a Club Tour, a  Tomaz do Douro, a Via d’Ouro, o Four Views Hotels, o Grande Hotel do Porto, o  Jornal de Notícias, a Porto Editora, o ISMAI, o Instituto Multimédia, o Metro do  Porto e o Plano Nacional de Leitura.

 

Manuel  António Pina foi membro do Júri durante as primeiras nove edições do concurso.  Têm participado como jurados Pires Laranjeira, Maria Glória Padrão, Ana Sousa  Dias e Fernando Pinto do Amaral, além do Diretor do Museu, Luís Humberto  Marcos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.