Camilo Castelo Branco.150 anos da perdição que é o amor

O romantismo ao extremo, que grita, trai, morre e mata, por aquilo que mais interessa, ora claro, o amor. Em 1862, publicava-se um hino ao enamoramento: “Amor de Perdição”. Passados 150 anos sobre a obra, que se tornou uma das mais emblemáticas do autor, fazem-se as comemorações. “Camilo Castelo Branco: As Paixões Juvenis e o Amor de Perdição” que arrancam hoje. É uma iniciativa do Centro Cultural de Belém, em Lisboa, em conjunto com outros museus. Há conferências, exposições, palestras e outras actividades.

in http://www.ionline.pt/boa-vida/camilo-castelo-branco-150-anos-da-perdicao-amor, Por Maria Espírito Santo, publicado em 22 Out 2012 – 03:10

Anúncios
Esta entrada foi publicada em informação, Leitura, Livros. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s