A Caminho da Fonte do Rato – um percurso imaginado

A Biblioteca Municipal de Ponte de Sor vai inaugurar, no dia 22 de Setembro de 2007 (sábado), pelas 17h30, a Exposição de Pintura “A Caminho da Fonte do Rato – um percurso imaginado” de Coca Froes David, seguida pela conferência “A Artista e o Lavrador enquanto Jovens Cães” por António Cruz de Carvalho, às 18h30.

A exposição estará patente ao público até dia 16 de Outubro de 2007.

Esta actividade é organizada pela Câmara Municipal de Ponte de Sor, Fundação das Casas de Fronteira e Alorna e A Loja do Lopes.

Coca Froes David nasceu em 1955.
Reside e trabalha em Évora.

Exposições Individuais (selecção)

1984 – Évora. Grupo Pró – Évora
1986 – Vila Real. Fundação da Casa de Mateus (entrega do premio D. Dinis a José Saramago)
1989 – Lisboa. Clube 50
1992 – Lisboa. Clube 50
1994 – Montemor – o – Novo. Galeria Municipal
1996 – Ponte de Sor. Biblioteca Calouste Gulbenkian
1998 – Lisboa. Mercado de Santa Clara
1999 – Lisboa. Mercado de Santa Clara
2000 – Lisboa. Galeria de S. Bento 34
2002 – Évora. Galeria 21 – “Bonecas”
2002 – Lisboa. Livraria Ler Devagar – “Livros”
2003 – Ponte de Sor. Biblioteca Calouste Gulbenkian
2004 – Évora. Galeria 21 – “ Paisagens”
2006 – Estremoz. Ate Jazz Café – “Bonecas”

Exposições Colectivas (selecção)

1988 – Almancil. Centro Cultural de S. Lourenço – “5 mulheres do Alentejo”
1991 – Santiago de Compostela. (Itinerante Galiza) Espanha
1992 – Évora. Galeria Évora – Arte
1994 – Évora. I Centenário de Florbela Espanca. Grupo Pró – Évora
1998 – Évora. “Corpo. Nu. Desenho. 1” Grupo Pró – Évora
1999 – Évora. “Corpo. Nu. Desenho. 2” Grupo Pró – Évora
1999 – Lisboa. Armazém 7 – “Por Timor”
2000 – Évora. Corpo. Nu Desenho. 3” Grupo Pró – Évora
2000 – Évora. Galeria 21
2001 – Évora. “Corpo. Nu. Desenho. 4” Grupo Pró – Évora

CAMINHO PARA A FONTE DO RATO, UM PERCURSO IMAGINÁRIOFlorestas, árvores, árvores, florestas e mais florestas.

Ainda que as árvores sejam sobreiros, estas florestas têm uma atmosfera muito diferente do que é habitual na realidade física dum montado de sobro. Uma atmosfera sombria, de floresta de contos infantis, com uma inquietação latente e, por vezes, uma tristeza que nos invade a alma. Nem sempre, porém, predomina o sombrio, a inquietação e a tristeza; há momentos em que os amarelos, bem solares, se sobrepõem aos verdes secos, às terras e aos ocres, como que num grito de revolta e numa vontade de viver que irrompe com grande força, negando tudo o que antes fora dito e deixando-nos a esperança de momentos de júbilo no meio da quase desolação.

A paleta destes quadros, em que a técnica predominantemente usada é aguarela e acrílico, nalguns casos faz-me lembrar a paleta das paisagens de Hogan, embora em tudo o mais se distanciem delas: árvores onde, em Hogan, há só campo, intimidade onde há vazio e proximidade onde há distância.

Há já longos anos que venho acompanhando o percurso da artista e querida, muito querida, amiga. Porém, ser amigo dum artista nem sempre é tarefa fácil, porque os artistas têm uma lógica interna, um percurso próprio que nunca, ou só muito raramente, corresponde àquilo que esperamos ou desejamos, mas artista é artista e, na sua arte, e sem prejuízo do diálogo mental que sempre estabelecem com os outros artistas, seguem um caminho necessariamente solitário, aliás como é próprio da sua condição de artista.

Só mais uma nota. Vejo, em certos quadros desta exposição, algo que nunca antes tinha observado nas pinturas da Coca – a emergência de elementos que apontam para uma tendência abstractizante. É caso de perguntar: “Que mais irá me acontecer?” Será que a Coca, que sempre pintou de forma eminentemente figurativa, vai passar a dedicar-se ao abstraccionismo ou, pelo menos, a um “realismo” mais distante da realidade? Talvez a Coca saiba, ou talvez não, e isso pouco significa. O futuro dirá.

Fernando Mascarenhas
Casa de Mateus
13 de Setembro de 2007

Anúncios
Esta entrada foi publicada em conferência, exposição, pintura. ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s